Projeto Casas com histórias

Retrato de snegrao.1658

 
ÂMBITO
 
As abordagens de intervenção de Reabilitação Urbana, cada vez mais procuram recorrer a estratégias e metodologias que permitam intervir no tecido urbano de forma adequada ao contexto local a que estas intervenções se destinam.
Este tipo de abordagem implica o envolvimento das comunidades a quem a mesma se dirige, reconstruir e comunicar conceitos de arquitetura ou de outros domínios do conhecimento, por forma a que estes sejam inteligíveis por qualquer cidadão não constitui tarefa fácil. Na realidade, nem sempre é dada a oportunidade à equipa multidisciplinar que intervém na estratégia de reabilitação urbana, de desenvolver, de maneira expedita, formas de envolvimento com as comunidades locais, valorização do seu património material e imaterial e elevação da sua autoestima.
Neste contexto integra-se a ação colaborativa com a população do Cerro do Castelo, designada como «Casas com histórias».
 
CONTEXTUALIZAÇÂO
 
Casas com histórias, é um projeto da iniciativa do GRUA (Gabinete de Reabilitação Urbana de Albufeira), realizado em parceria com o Arquivo Histórico, Museu de Arqueologia de Albufeira e Gabinete de Comunicação, Relações Públicas e Relações Internacionais.
Este projeto conta ainda com a colaboração do DPGU (Departamento de Planeamento e Gestão Urbanística, DGU (Divisão de Gestão Urbanística) mediante a elaboração e gestão de uma base de dados a cruzar com o SIG do Município de Albufeira e que servirá de plataforma operativa de todos os trabalhos a realizar neste âmbito e ainda com a Divisão de Informática através da construção deste site.
O projeto «Casas com histórias» interliga-se também com o Projeto «Recolha de fotografias antigas de Albufeira» em curso desde 2008 e com o fundo fonográfico do Arquivo Histórico, onde se pretende recolher registos orais para memória futura.
O projeto «Casas com histórias» interliga-se também com o projeto: «Genealogia do Algarve» oferecido à população do Concelho de Albufeira pelo Município. Este projeto é da autoria de Nuno Campos Inácio (investigador no domínio da genealogia) e encontra-se em curso desde 2009 no DDESC/DC/Arquivo Histórico.
A relação de vizinhança cultural constituiu o impulso necessário ao desenvolvimento deste projeto englobante e transversal de diferentes áreas: GRUA, DDESC/DC/Arquivo Histórico, DDESC/DC/Museu de Arqueologia/ Gabinete de Arqueologia e Gabinete de Conservação e Restauro) e Gabinete de Comunicação, Relações Públicas e Relações Internacionais que se propõem a trabalhar em conjunto.
Pretende-se, a partir deste tema concreto, promover o envolvimento e empatia com a população residente através de uma relação de proximidade, do despertar de cultura entre portas e de sentido de pertença do espaço, em síntese:
«Não vivemos junto do Museu, mas nós próprios somos também parte deste Museu, construído não só sobre um espaço físico histórico que deu origem à cidade de Albufeira, mas sobretudo um espaço de memória viva e riquíssimo em termos patrimoniais: materiais e imateriais».